terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Poligamia legal, presidente da África do Sul casa-se pela quinta vez e gera polêmica

Por O Globo
O presidente sul-africano, Jacob Zuma, casou-se pela quinta vez nesta segunda-feira, e agora tem três esposas, disseram parentes e testemunhas. A poligamia é permitida na África do Sul e faz parte da cultura zulu, mas a prática provocou críticas de ativistas que lutam contra a Aids em um país com uma das maiores taxas de infecção do mundo. A cerimônia aconteceu na casa de Zuma em Nkandla, na província de KwaZulu-Natal, onde o presidente de 68 anos se casou com Tobeka Madiba, de 37 anos. Madiba e Zuma têm três filhos e já estavam casados pela lei sul-africana antes da tradicional cerimônia desta segunda-feira. Zuma, cuja tribo é a maior na África do Sul, defendeu diversas vezes sua decisão de ter várias esposas. "Há muitos políticos com amantes e crianças que eles escondem para fingir que são monógamos. Eu prefiro ser aberto. Amo minhas esposas e tenho orgulho de meus filhos", disse Zuma em entrevista à televisão. Zuma também é casado com Sizakele Zuma, de 67 anos, sua primeira esposa com quem se casou em 1973, e Nompumelelo Ntuli-Zuma, com quem se casou em 2007. As duas mulheres vivem em Nkandla. Ele era casado com a ministra de Assuntos Internos Nkosazana Dlamini-Zuma, de quem se divorciou em 1998, e com Kate Mantsho-Zuma, que cometeu suicídio em 2000. Zuma tem 19 filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário